Arquivo da tag: Projetos

Gerenciamento de Programas, Gerenciamento de Portfólios e Gerenciamento de Projetos

O termo Gerenciamento de Projetos é utilizado na grande maioria das organizações como forma ampla de tudo que envolve um esforço de uma equipe, mas existe uma diferença entre diferentes esforços.

Considerando uma escala hierárquica e de grandeza, podemos categorizar os projetos de três formas: Projetos, Portfólio de Projetos e Programas.

As três categorias diferem-se pelo objetivo e forma de gerenciamento.

Os Programas são conjuntos de projetos ou portfólios que tem como objetivo as estratégias da empresa constituídas pela Gestão Estratégica. Os objetivos estratégicos normalmente são amplos e compõem inteções e diretrizes dos cominhos a serem tomados pelas organizações.

Imaginemos uma indústria metalúrgica que em um de seus objetivos estratégicos fique definido a diversificação da produção utilizando os mesmos insumos e maquinários. Poderíamos imaginar então segmentos diferentes de atuação, como automobilístico, naval, petrolífero e muitos outros. Para cada segmento destes ou Programas, teríamos diversos projetos ou Portfólio para ser gerido.

Nada impede que ao definir um objetivo estratégico pode surgir apenas um projeto específico, ou que de um programa tenhamos apenas um projeto.

A necessidade de separarmos bem estes projetos como individuais, portfólios e programas vem da forma de gerenciar recursos, prioridades e riscos.

Acesse também www.leonardoaguiar.com.br

Anúncios

Gerenciamento de Projetos

O gerenciamento de projetos consiste na habilidade de utilização do conhecimento e das ferramentas existentes para um uso adequado da metodologia empregada para este tipo de tarefa.
O Gerente de Projeto (GP), ou Project Manager, deverá organizar os projetos em fases conforme visto no PMBok, que são:
. Iniciação
. Planejamento
. Execução
. Monitoramento e Controle
. Encerramento
A tarefa de gerenciar um projeto requer ainda um trabalho de gestão de pessoas e de interesses. O patrocinador, ou Sponsor, irá descrever as necessidades envolvidas no projeto e o GP deverá identificar outras possíveis necessidades inicialmente não apresentadas pelo Sponsor, adaptá-las e gerir preocupações e expectativas dos envolvidos.
Existe ainda uma tarefa muito importante e nada fácil para o GP que é a de gerenciar restrições e tentar não influencir negativamente nas fases de:
. Escopo
. Qualidade
. Cronograma
. Orçamento
. Recursos
. Risco
Os projetos se caracterizam pelo inesperado, diante disso eles são elaborados progressivamente no decorrer do processo. Esta elaboração progressiva permite posteriormente uma melhoria contínua e maiores e melhores detalhamentos. Estes detalhamentos permitirão estimativas mais exatas para o projeto.